Data: 27/11/2021 19:15 / Autor: Andréa Brock / Fonte: ABCdoABC

João Dória vence as prévias do PSDB

Após novela da votação, o governador de São Paulo, João Dória foi eleito para disputar as eleições presidenciais do Brasil em 2022 pelo PSDB


Após uma semana de contratempos com falhas no aplicativo e desavenças, troca de farpas e muita tensão no ninho tucano, enfim terminou a novela das prévias que definiu quem irá disputar pelo partido a presidência do país nas eleições do ano que vem. O vencedor foi o governador de São Paulo, governador de São Paulo, com 53,99% contra 44,66% de Eduardo Leite. 

Com a vitória do governador de São Paulo, começam agora as outras definições do partido. Eduardo Leite era visto como um possível nome capaz de se tornar a terceira via nas eleições do ano que vem. Com sua derrota nas prévias, Leite deverá concorrer à reeleição do Rio Grande do Sul.

O resultado das prévias também deverá acelerar a saída do PSDB do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, rompido com Dória e que já vinha anunciando sua possível ida para o PSD, de Gilberto Kassab. Tido como um provável candidato a governador de São Paulo numa possível dobrada com Márcio França, que foi seu vice-governador de 2014 a 2018 (França assumiu o governo quando Alckmin saiu para ser candidato em 2018), não é afastada a ideia de que Alckmin venha a ser candidato a presidente nas próximas eleições. Há poucos dias inclusive Alckmin teve seu nome ventilado nos bastidores políticos para ser candidato a vice de Lula.

Eduardo Leite era considerado um candidato mais conciliador e de diálogo com as diversas frentes políticas. Já João Dória, embora tenha conquistado notoriedade com a sua luta pela vacina contra o coronavírus no Estado de São Paulo, foi conquistando ao longo de seu mandato diversos desafetos, como com o próprio ex-governador Geraldo Alckmin. Analistas políticos dão como certa uma debandada no partido após a vitória nas prévias de João Dória.

De toda forma a corrida presidencial nas eleições de 2022 começou cedo e os eleitores já contam como quase certo 4 nomes: Lula, pelo PT, Bolsonaro, que ainda se encontra sem partido, João Dória, pelo PSBD e provavelmente Sérgio Moro, do Podemos.

COMO FUNCIONOU AS PRÉVIAS NO PSDB?

Nas prévias tucanas, o eleitorado foi dividido em quatro grupos, cada um com peso unitário de 25% do total de votos válidos. Foram eles:
I) Filiados ao partido;
II) Prefeitos e vice-prefeitos;
III) Vereadores, deputados estaduais e distritais;
IV) Governadores, vice-governadores, senadores, deputados federais, ex-presidentes e o atual presidente da Comissão Executiva Nacional do partido.

No caso dos grupos I, II e IV, os votos atribuídos a cada candidato foram

divididos pelo número total de eleitores de cada, e os resultados foram multiplicados por 0,25.

Já o grupo III foi dividido em dois subgrupos, com igual peso. Neste caso, os votos atribuídos a cada candidato foram divididos ao total de eleitores de cada subdivisão e posteriormente multiplicados por 0,125. Ao final, foi feita a soma das duas categorias.

Foi considerado escolhido como representante do PSDB no pleito de 2022 o candidato que obtiver a maioria absoluta dos votos considerado escolhido como representante do PSDB no pleito de 2022 o candidato que obteve a maioria absoluta dos votos válidos.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o PSDB tem 1.354.901 de filiados. Deste grupo, apenas 44.700 se cadastraram para votar nas prévias (ou seja, 3,30%). A maioria deles (62%) está em São Paulo.

João Doria será o candidato do PSDB para a disputa presidencial em 2022
João Doria será o candidato do PSDB para a disputa presidencial em 2022

Crédito: Divulgação

Comente aqui