Data: 20/10/2021 10:03 / Autor: Redação / Fonte: Secretaria de Cultura e Economia Criativa

Mostra de Dança começa nesta quinta, dia 21

Programa de Qualificação em Artes completa a Mostra com entrevistas ao vivo por onde especialistas da Dança abordam temas acerca da criação e difusão artística


Grupo Ballare apresenta Ensaios/ Fragmentos no tempo
Grupo Ballare apresenta Ensaios/ Fragmentos no tempo

Crédito: Divulgação

O Programa de Qualificação em Artes apresenta a Mostra de Dança 2021 entre os dias 21 e 23 de outubro, com mais de 10 videodanças de diversas companhias do interior e litoral de São Paulo, além de entrevistas com especialistas dessa linguagem. Com acessibilidade em Libras e audiodescrição nas aberturas, as apresentações serão transmitidas nos canais digitais das Oficinas Culturais, programa à frente de diversas ações de fruição, formação e vivências artísticas da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerenciado pela Poiesis.

Neste ano, os grupos de dança adotam diversas abordagens, entre elas, o cárcere feminino, um manifesto corporal sobre infância e juventude preta periférica, além de poema de Hilda Hilst e de Augusto de Campos como inspirações.

Pela segunda vez transmitida de forma on-line, no YouTube, Instagram e Facebook, 21 e 22/10, quinta e sexta, das 19h às 21h, e 23/10, sábado, das 18h às 21h, a edição 2021 da Mostra de Dança conta com a curadoria de Alex Soares. O também coreógrafo e videomaker já passou por companhias como o Balé da Cidade de São Paulo e Balé Teatro Guaíra, contribuiu como coreógrafo convidado no Hubbard Street Dance (Chicago/EUA), entre outros grupos, em 2012 ganhou o Pretty Creatives International Choreography Competition, quando criou a obra Trace in Loss (2012) para o Northwest Dance Project.

"A arte sempre renasce a partir das restrições, como as causadas pela pandemia. Neste contexto, a dança funciona como um suporte dos processos internos e das forças subjetivas de cada indivíduo. Seguindo essa premissa, o Programa de Qualificação em Dança encontra no vídeo o condutor ideal de uma linguagem efêmera e rudimentar como a dança, para juntos atuarem com inovação e compor criativamente com o coletivo", destaca Soares.

À medida que possibilita as trocas artísticas entre os grupos e artistas orientadores com ampla experiência, o Programa de Qualificação em Artes firma-se, cada vez mais, como uma vitrine coletiva. Como fruto das orientações, serão apresentadas oito obras inéditas dos grupos Corpo de Baile Jovem de Itanhaém, Corpoesia (Piracicaba), Ó1É (Valinhos), À Margem Coletivo de Dança (Jundiaí), Ballare (Presidente Prudente), Companhia Estável de Dança (Bauru), Jovens de Coração Tap da Longevidade (São José dos Campos) e Funk-E (Campinas).

A programação também conta com apresentações dos grupos convidados: Soniquete Arte Flamenca (Campinas), Harmonia Grupo de Dança (Limeira) e Cia de Dança Eclipse (Campinas), todos já orientados em edições anteriores do Programa Qualificação em Artes - Dança.

A seção de entrevistas ao vivo acerca da produção, difusão, formação e criação das danças no estado de São Paulo convida Cristina Neves, João Carlos Couto, José Miguel Wisnik, Jussara Miller, Kanzelumuka, Milton Kennedy e Pedro de Freitas. Mais informações sobre esses especialistas na parte final do release (serviço).

Saiba mais sobre as apresentadoras da Mostra de Dança 2021:

Ana Negraes, bailarina pela PUC-PR, fez parte de grupos como o Anarko Flamenco Ensemble (Brasil/Espanha). Como atriz integra a Velha Companhia e seus trabalhos mais recentes são os filmes "Cordialmente teus", com direção de Aimar Labaki, e "O matador", do diretor Marcelo Galvão;

Thaïs França, formada em Dança pelo CEFAR (Palácio das Artes - BH), integrou a Cia de Dança Mário Nascimento onde recebeu o prêmio Usiminas Simparc de Bailarina Revelação, Balé do Teatro Castro Alves (Salvador/BA) e Balé da Cidade de São Paulo (São Paulo/SP), além de criadora do método Ballet HIIT.

Mais de 60 grupos já passaram pelo Programa de Qualificação em Artes - Dança desde 2014, quando essa linguagem começou a ser difundida pela formação.

Programa de Qualificação em Artes - as formações e vivências ofertadas, totalmente gratuitas, são direcionadas para que os grupos de dança e de teatro da Grande São Paulo, interior e litoral paulista instrumentalizem suas produções de obras e a investigação em artes da cena. Um dos objetivos é descentralizar as produções artísticas, geralmente concentradas nas capitais, além de promover a circulação de espetáculos e servir como uma vitrine dos trabalhos dos grupos locais. Voltado à orientação artística com foco na ampliação de repertório, criação, experimentação e aperfeiçoamento, busca potencializar a produção cênica por meio de oficinas, mostras e encontros com especialistas. Confira os destaques das edições de anos anteriores no site das Oficinas Culturais - clique aqui .

Serviço:

Mostra de Dança 2021 - Programa de Qualificação em Artes

Dias 21, 22 e 23 de outubro, quinta e sexta, das 19h às 21h, e sábado, das 18h às 21h

Transmissão: YouTube , Facebook e Instagram das Oficinas Culturais

*Acessível em Libras

*Audiodescrição nos vídeos de abertura

Programação

21/10, quinta-feira

19h

Abertura com as apresentadoras Ana Negraes, Thaïs França e o curador Alex Soares.

VIDEODANÇA | CORPOETIZADO

Grupo Convidado: Soniquete Arte Flamenca | Campinas

Duração: 4’ | Classificação: Livre

Sinopse: A poesia de Hilda Hilst se faz obra manipulável em "Seis Aquarelas e Seus Poemas". O corpo da intérprete é convidado a poetizar-se, se transforma em aquarela para os sentidos, sentimentos e dança, com as palavras a brotar na terra, no ar, em seu vestido.

ENTREVISTA | CIRCULAR A DANÇA EM E DE SÃO PAULO

Com: João Carlos Couto e Pedro de Freitas

Entrevistadora: Cássia Navas

Duração: 40’ | Classificação: Livre

João Carlos Couto - sociólogo, ator, produtor cultural e curador em teatro e dança. Foi membro de espaços como o Conselho Estadual de Cultura de São Paulo e da CNIC do MinC, foi diretor executivo e curador de quatro edições do Festival Internacional e Artes Cênicas de Ruth Escobar;

Pedro de Freitas - é produtor de teatro e diretor da Periplo, graduado em Artes Cênicas pela Unicamp e cursou o Master Gestão de Instituições Culturais na Université Paris-Dauphine. Foi diretor de produção do Lume Teatro e em seu percurso desenvolveu projetos com coletivos e artistas brasileiros e internacionais como Tadashi Endo, Gardi Hutter, Avner Eisenberg, Renato Borghi dentre outros. Desde 2020 se dedica ao desenvolvimento da FarOFFa.

Cássia Navas - consultora do Programa de Qualificação em Artes - Dança, Professora- Especialista em gestão/políticas culturais (UNESCO/Université de Dijon/Ministère de la Culture/France), professora-colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena/Instituto de Artes/UNICAMP e doutora em dança/semiótica (PUC/SP). Curadora e consultora de vários programas, é autora de artigos e livros.

20h

VIDEODANÇA | POESIA EM MOVIMENTO

Corpo de Baile Jovem de Itanhaém

Orientação: Camila Venturelli

Duração: 12’ | Classificação: Livre

Sinopse: dialoga com diferentes formas de fazer poesia para criar, pelo próprio gesto de dança e seus ambientes, uma qualidade poética. As casas se tornam palcos individuais, o teatro vazio é revisitado e, por fim, o encontro a céu aberto traz consigo um respiro coletivo de esperança.

VIDEODANÇA | FENDAS ONÍRICAS

Corpoesia | Piracicaba

Orientação: Bruna Spoladore

Duração: 12’ |Classificação: Livre

Sinopse: O que dançamos quando sonhamos? Fendas Oníricas é a apresentação cênica que propõe adentrar as aberturas dos nossos labirintos internos, dos nossos desejos em tempos difíceis, nossos sonhos em tempos de crise. Sonhar é um voo livre nos espaços e nas brechas do corpo.

VIDEODANÇA | CAXOLA

Ò1É | Valinhos

Orientação: Irani Cippiciani

Duração: 12’ | Classificação: Livre

Sinopse: Queria ir lá fora / "É perigoso!" agora / O jeito é ficar em casa / Fazer coisas sem graça / A diversão está encaixotada / pode te colocar numa cilada / A Ó1É Cia de Dança / Te convida a uma mudança / Vamos brincar de um jeito diferente / Ainda que seja na casa da gente /Já se preparou para essa aventura?

22/10, sexta-feira

19h

Abertura com as apresentadoras Ana Negraes, Thaïs França e o curador Alex Soares.

VIDEODANÇA | VIVACIDADE

Convidado: Harmonia Grupo de Dança | Limeira

Duração: 5’ | Classificação: Livre

Sinopse: inspirado no poema Cidade City Cité do poeta Augusto de Campos, tem como cenário um espaço abandonado, onde existia a indústria mais importante de Limeira, o que motivou o grupo a investigar as possibilidades de criação coreográfica utilizando os recursos do audiovisual e da arquitetura.

ENTREVISTA | DANÇA E MÚSICA, URDIMENTOS ESSENCIAIS

Com: José Miguel Wisnik

Entrevistadora: Cássia Navas

Duração: 40’ | Classificação: Livre

José Miguel Wisnik - compositor, cantor, pianista e professor da Universidade de São Paulo (USP), experiência na área de Letras / Literatura Brasileira, com ênfase em Modernismo, autor de trilhas sonoras para cinema e para o grupo de dança Corpo (Belo Horizonte).

CONVERSA | A EXPERIÊNCIA DO ESTÁGIO EM DANÇA NO PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO EM ARTES

Com: Maria Fernanda Nicioli e Laís Ribeiro

Mediação: Nicolli Tortorelli

Duração: 15’ | Classificação: Livre

Maria Fernanda Nicioli - graduanda no curso de Dança da Unicamp, atua como estagiária no Programa de Qualificação em Artes e na Escola de Dança de São Paulo, do Theatro Municipal. Atualmente, é professora de dança contemporânea em Jundiaí e integra os núcleos artísticos Voleio e Míngua como intérprete-criadora.

Laís Ribeiro - artista da dança e arte educadora em formação pela Unicamp. Sua trajetória de estudos em dança se iniciou pelas linguagens do sapateado americano e ballet clássico na cidade de Atibaia. Fez parte da Cia Tugudum e do Coletivo Revelia, ambos grupos de dança contemporânea sediados em Campinas.

Nicolli Tortorelli - monitora do Programa de Qualificação em Artes - Dança, mestranda no Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena (Instituto de Artes - UNICAMP), formada bacharel e licenciada em Dança pela mesma universidade. Intérprete na Caleidos Cia de Dança e professora de Dança no colégio Marista Glória.

20h

VIDEODANÇA | PRESA

À Margem Coletivo de Dança | Jundiaí

Orientação: Lívia Seixas

Duração: 12’ | Classificação: Livre

Sinopse: criado a partir de múltiplos olhares sobre o cárcere feminino. O corpo preso e seus estados, um território instável e hostil, revelando os traços primitivos de convivência e sobrevivência. Reações possíveis do corpo e mente de uma vida suspensa num tempo/espaço específicos.

VIDEODANÇA | ENSAIOS/FRAGMENTOS NO TEMPO

Ballare | Presidente Prudente

Orientação: Marina Salgado

Duração: 12’ | Classificação: Livre

Sinopse: Inter (relações) entre partes e totalidade de corpos; que em constante exercício de presença, compõem novos contextos.

23/10, sábado

18h

Abertura com as apresentadoras Ana Negraes, Thaïs França e o curador Alex Soares.

VIDEODANÇA | FÔLEGO

Grupo convidado: Cia Eclipse de Dança | Campinas

Duração: 5’ | Classificação: 16 anos

Sinopse: Videodança do projeto Côncavo e Convexo que homenageia a vida e obra do Maestro Carlos Gomes refletindo sobre as questões do corpo negro e o paradoxo clássico-popular. Participou do International Screen Dance Festival Freiburg na Alemanha em 2021, do International Meeting on Video-dance and Video-performance em Valencia-ES em 2020, da Mostra Universitária Íbero-americana de Videodança Midiadança no Ceará, Brasil em 2020, e do 12º São Carlos Videodance Festival (2018) no Brasil.

ENTREVISTA | PRESENÇAS E FUTUROS: CORPOS NEGROS E FORMAÇÃO EM DANÇA

Com: Milton Kennedy e Kanzelumuka

Entrevistador: Kleber Lourenço

Duração: 40’ | Classificação: Livre

Kanzelumuka - criadora-intérprete-pesquisadora-professora da dança, nascida no Vale do Paraíba paulista, bacharela em Dança pela UNICAMP, mestra e doutoranda em Artes pela UNESP. Faz parte da Nave Gris Cia Cênica e é pesquisadora do Grupo de Terreiro de Investigações Cênicas.

Milton Kennedy - fez parte do Balé da Cidade de São Paulo, coordenou Wokshops de Dança Contemporânea na cidade de Murcia (Espanha), na Escola de Dança Groetsch e na Escola Superior de Arte Dramática de Murcia. Atualmente é professor de técnica clássica da Escola de Dança de São Paulo (EDSP) e ministra aulas de balé para crianças e adolescentes na ONG Projeto Gerações

Kleber Lourenço é artista da Dança e do Teatro, educador e pesquisador em Artes da cena. Doutorando em Artes pela UERJ e Mestre em Artes pela UNESP. Dirige o Visível Núcleo de Criação, é integrante do grupo de pesquisas MOTIM/PPGArtes UERJ e da Capulanas Cia de Arte Negra.

VIDEODANÇA | BURACO DE MINHOCA

Grupo convidado: Cia Eclipse de Dança | Campinas

Duração: 5’ | Classificação: Livre

Sinopse: também uma produção a partir do projeto Côncavo e Convexo que homenageia a vida e obra do Maestro Carlos Gomes. Esta obra artística flui no sentido de quebrar paradigmas do clássico romântico ao contemporâneo urbano.

19h

ENTREVISTA | FORA DO EIXO: CRIAR/PRODUZIR DANÇA NO INTERIOR E LITORAL DE SÃO PAULO

Com: Jussara Miller (Campinas) e Cristina Neves (Caraguatatuba)

Entrevistadora: Ana Clara Amaral

Duração 40’ | Classificação: Livre

Jussara Miller - bailarina, coreógrafa, mestre e doutora em Artes pela UNICAMP, docente da graduação em Dança da UNICAMP e da Pós-Graduação lato sensu em Técnica Klauss Vianna da PUC-SP.

Cristina Neves - atuou como bailarina por seis anos na Alemanha, trabalha na formação de novos artistas/bailarinos, como intérprete/criadora está à frente da direção artística do Corpo de Baile de Caraguatatuba/ Associação de Arte e Cultura de Caraguatatuba.

Ana Clara Amaral é técnica Artística-Pedagógica do Programa de Qualificação em Artes - Dança, artista da dança, pesquisadora e professora. Atua como diretora artística em diversos projetos cênicos, é doutora em Artes da Cena (UNICAMP/2014) e possui formação em dança pela mesma universidade. É co-fundadora e integra a Cia 22:22 de teatro e dança (Campinas-SP).

VIDEODANÇA | FRIDA

Companhia Estável de Dança de Bauru

Orientação: Samuel Kavalerski

Duração: 12’ | Classificação: Livre

Sinopse: A coreografia FRIDA, de Arilton Assunção, foi criada em 2014 para a Cia Estável de Dança de Bauru, e se inspira na vida de Frida Kahlo, que revolucionou seu tempo com sua arte. Em 2021, FRIDA ganha uma nova versão como videodança. O roteiro foi elaborado pelo elenco a partir da obra original.

VIDEODANÇA | BOROGODÓ

Jovens de coração Tap da Longevidade | São José dos Campos

Orientação: Cibele Ribeiro

Duração: 12’ | Classificação: Livre

Sinopse: Borogodó é uma criação que agrega influências das manifestações tradicionais brasileiras: o encanto da nossa dança, música, brincantes e tambores unidos ao poder rítmico do sapateado. Numa fusão gostosa e de alegria contagiante traz o que aflora culturalmente de nós como povo e de modo irresistível.

VIDEODANÇA | TRE

Funk-E | Campinas

Orientação: Eduardo Fukushima

Duração: 12’ |Classificação: Livre

Sinopse: um manifesto corporal energético sobre infância e juventude preta periférica e sua relação com a violência, criminalidade e abandono social. Num país onde as balas perdidas acham os corpos pretes, carregamos nossas memórias do que foi e em memória dos que não puderam ser.

Comente aqui