Data: 06/12/2021 15:29 / Autor: Redação / Fonte: BRK Ambiental

BRK promove semana de treinamento com foco na prevenção de acidentes

Neste ano, o tema da Semana Interna de Prevenção de Acidentes da BRK foi: Não abaixe a guarda!


Com o objetivo de  reforçar as questões que envolvem a segurança de seus funcionários e da população durante a execução de intervenções, obras ou serviços prestados em vias públicas na cidade, a concessionária BRK, responsável pelos serviços de esgoto de Mauá, realizou no período de 30 de novembro a 03 de dezembro a Semana Interna de Prevenção de Acidentes.

A iniciativa contou com um cronograma de treinamentos, palestras on-line e simulações para que os funcionários da concessionária atuem preventivamente em situações de risco e que, eventualmente, podem resultar em incidentes nas ruas ou avenidas do município.

Neste ano, o tema da Semana Interna de Prevenção de Acidentes da BRK foi: Não abaixe a guarda!. “A ação reforçou a importância da utilização dos equipamentos de proteção individual, assim como ferramentas e materiais de sinalização que promovam a proteção do campo de trabalho, como o isolamento elétrico, cercas, barreiras de concreto, fitas de proteção à área de trabalho, placas de sinalização e cones de trânsito”, informa Diego de Oliveira e Silva, gerente da área de Qualidade, Segurança, Saúde e Meio Ambiente na BRK.

Durante a Semana Interna de Segurança do Trabalho também foram reforçados procedimentos internos realizados pela empresa e que impactam diretamente na execução de atividades, na vida dos funcionários, comunidades e na qualidade dos serviços prestados.

“Nossos processos de segurança são baseados na SWMS (Safe Work Method Statement), padrão internacional de procedimento para um trabalho seguro. Cumprimos uma série de determinações a favor da preservação da vida dos nossos funcionários e da população. Em primeiro lugar, trabalhamos para preservar a vida ao prestar um serviço de qualidade, nossas ações impactam diretamente na saúde das pessoas e na preservação do meio ambiente”, reforça Silva.

Comente aqui