Data: 26/09/2021 07:36 / Autor: Redação / Fonte: Prefeitura de Mauá

Mauá busca sensibilizar os imunossuprimidos sobre a dose de reforço

Pessoas pertencentes a esse grupo devem tomar a terceira dose pelo menos 28 dias após a segunda


Crédito: Tatiana Ferreira

Mauá segue aplicando a dose de reforço contra a Covid em grupos prioritários. Até esta sexta-feira (24/09) foram vacinadas 2.700 pessoas, entre munícipes com 75 anos ou mais, pacientes internados em ILPIs (Instituições de Longa Permanência) e imunossuprimidos acima de 18 anos - esses últimos ainda não aderiram à campanha (foram apenas 96 doses aplicadas). A Prefeitura quer sensibilizar essa população sobre a importância da vacinação.

O grupo inclui indivíduos com HIV, transplantadas de órgãos sólidos e medula óssea, terapia renal substitutiva (hemodiálise) e pacientes oncológicos. A lista pode ser consultada neste link: http://t.ly/y7Gg. Para garantir a aplicação é preciso ter tomado a segunda dose ou a única há pelo menos 28 dias.

As pessoas com HIV serão imunizadas preferencialmente no CRS (Centro de Referência em Saúde), das 9h às 15h30. É necessário apresentar o comprovante de vacinação e documento com foto (CNH ou RG). Os demais pacientes podem se dirigir a qualquer uma das 23 UBSs (Unidades Básicas de Saúde de Mauá), de segunda a sexta, das 9h às 15h30 – Magini, Flórida e Zaíra 2 aplicam os imunizantes até as 20h. Também é necessário levar documento com foto e o comprovante de vacinação das duas anteriores. Os idosos com 75 anos ou mais também podem tomar a vacina nas UBSs.

No caso dos munícipes em ILPIs, os profissionais das unidades entrarão em contato com as famílias para agendar a imunização. Caso a pessoa tenha dificuldades de locomoção, um responsável deve procurar a UBS mais próxima para marcar a vacina em casa.

Comente aqui