Data: 28/09/2021 13:29 / Autor: Redação / Fonte: PMETRP

Profissional fala sobre competências da Atenção Primária na prevenção ao suicídio

Segundo Gilberto Ribeiro de Jesus, o principal objetivo é identificar, avaliar, manejar e encaminhar o paciente


O enfermeiro Gilberto Ribeiro de Jesus, comentou sobre a importância da atenção primária na prevenção ao suicídio
O enfermeiro Gilberto Ribeiro de Jesus, comentou sobre a importância da atenção primária na prevenção ao suicídio

Crédito: PMETRP

A saúde mental e o suicídio ganham uma notoriedade maior neste mês de setembro, devido à campanha Setembro Amarelo. A atenção primária tem um papel fundamental nos cuidados aos pacientes e segundo o enfermeiro Gilberto Ribeiro de Jesus, da rede pública municipal de Ribeirão Pires, suas principais funções no que diz respeito aos comportamentos suicidas são: identificar, avaliar, manejar e encaminhar o paciente.

“A atenção primária é um canal de proximidade com as pessoas e com a comunidade, é a porta de entrada, onde devemos identificar, avaliar, manejar e encaminhar o paciente que estiver sinais que podem levar ao suicídio”, explica o enfermeiro.

Segundo dados da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), entre 50% e 60% das pessoas que morrem por suicídio nunca se consultaram com um profissional da saúde mental. Deste modo, a atenção básica desempenha também um papel preventivo. “O acolhimento é o grande diferencial. O bom tratamento oferecido desde a recepção já ajuda a pessoa a se sentir melhor”, destaca Gilberto.

Ainda segundo o enfermeiro, a etapa de avaliação do paciente deve ser minuciosa, para verificação da necessidade do manejamento e encaminhamento para a atenção secundária e terciária, que é um serviço realizado através dos Centros de Atenção Psicossociais (CAPS). “O clínico geral da Unidade de Saúde faz o check up, encaminha para o psicólogo, que atenderá esse paciente e, se necessário, realiza o encaminhamento aos CAPS”, comenta Gilberto

A ABP reforça que para a prevenção ao suicídio é necessário haver uma rede de saúde bem integrada, por isso, Ribeirão Pires realiza o acompanhamento preventivo também com psicólogos nas unidades de saúde.

A Estância Turística oferece atendimento relacionado a saúde mental através de três CAPS, são eles:

CAPS AD - Álcool e Drogas

De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h

Rua Domingos Benzenuto, 12 - Centro

Telefone: (11) 4827-4509

Centro de Atenção Psicossocial Infantil

De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h

Avenida Fortuna, 320 - Centro

Telefone: (11) 4828-1511

Centro de Atenção Psicossocial II - Adulto

De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h

Rua Afonso Zampol, 41 - Centro

Telefone: (11) 4824-3025

Comente aqui