Data: 03/08/2021 16:50 / Autor: Redação / Fonte: Termomecanica

Termomecanica investe US$ 25 milhões em nova fábrica de vergalhões de Alumínio

A operação inicia em agosto com uma capacidade instalada de até 30 mil toneladas de produtos por ano


O investimento contempla a construção do edifício, a aquisição de equipamentos e a instalação de novas tecnologias
O investimento contempla a construção do edifício, a aquisição de equipamentos e a instalação de novas tecnologias

Crédito: Divulgação

A Termomecanica, empresa líder nacional na transformação de cobre e suas ligas, dá mais um passo em sua estratégia de ampliação para o mercado de Alumínio e anuncia a inauguração de uma nova fábrica de vergalhões no mês de agosto. A nova planta contou com investimento de US$ 25 milhões, o que inclui a construção do edifício, aquisição de equipamentos e instalação de novas tecnologias. Instalada em São Bernardo do Campo (SP), a nova fábrica de vergalhões de Alumínio da Termomecanica terá capacidade de produzir até 30 mil toneladas por ano.

De acordo com o Diretor Geral da Termomecanica, Luiz Henrique Caveagna, a linha deverá operar com capacidade máxima de produção já em 2022. “Em 2021, deveremos estar operando próximo à capacidade no decorrer de novembro porque há uma rampa de aprendizado. Já em 2022, nossa expectativa é atender o mercado com uma produção próxima a 30 mil toneladas por ano”.

O objetivo da companhia, segundo o executivo, é contribuir com o crescimento da economia do país, atender as demandas do exterior, bem como ampliar a capilaridade da marca no mercado. “Nossa meta é atender o mercado brasileiro, com produtos de qualidade, e cujo fornecimento, hoje, o mercado nacional se ressente por falta de especialização. Além disso, com a recente inauguração do Centro de Distribuição de Carolina do Norte, nos Estados Unidos, temos uma demanda ainda maior para o mercado internacional. Com a inauguração da nova fábrica, estaremos preparados para atender a demanda externa e comprometidos com o contínuo crescimento de nossa operação”, explica o executivo.

Para que seja possível alcançar estes objetivos, a empresa pretende atender diversos segmentos, como energia elétrica, bens de consumo, bens duráveis, automotivo, construção civil, de utilidades, entre outros, conforme explica Caveagna. “O mercado é demandante. Na infraestrutura, por exemplo, será preciso reduzir o déficit residencial para ajudar a impulsionar o crescimento nos mais diferentes setores”, ressalta.

O grande potencial do alumínio para a economia

A história entre a Termomecanica e o alumínio teve início em 2016, quando a empresa iniciou grandes investimentos no setor. A variedade de aplicações e o importante papel do metal para a economia são diferenciais que justificam tais investimentos. “Além das diferentes aplicações, o alumínio trata-se de um metal leve, que apresenta elevadíssima resistência à corrosão, possui excelente condutividade térmica e uma relação muito favorável entre condutividade elétrica e peso específico. Além de não ser magnético, seu preço é mais competitivo em comparação a outros metais, além de ser um metal especialmente indicado para conservação de alimentos e bebidas”, esclarece Caveagna.

Comente aqui